Bebidas energéticas são perigosas para a saúde? Red Bull faz mal à saúde?

Bebidas energéticas são perigosas para a saúde? Red Bull faz mal?

Beber Red Bull faz mal à saúde? As bebidas energéticas são prejudiciais à saúde? Beber bebidas açucaradas com cafeína…

Beber bebidas açucaradas com cafeína é mais perigoso do que a própria cafeína, sugere uma pesquisa realizada recentemente.

Um estudo descobriu que consumir quatro latas de bebida energética resultou em alterações anormais na pressão arterial e ritmo cardíaco dentro de um período de duas horas.

Os pesquisadores descobriram que beber 32 onças líquidas – pouco menos de um litro – de uma bebida energética sem nome, mas comercialmente disponível, resultou em profundas mudanças na atividade elétrica do coração.  E na pressão sanguínea.

A bebida foi embalada com 108g de açúcar – cerca de 27 colheres de chá – e 320mg de cafeína, perto do limite diário recomendado, juntamente com outras substâncias “naturais”, como taurina, ginseng e carnitina.

O impacto no coração foi significativamente maior do que beber o mesmo volume de uma bebida com o conteúdo equivalente de cafeína, mas sem açúcar ou substâncias adicionadas, descobriram os pesquisadores.

A pesquisadora Emily Fletcher, do Centro Médico da Força Aérea dos Estados Unidos, em Travis, Califórnia, disse: “Decidimos estudar o impacto potencial da saúde do coração, porque pesquisas anteriores mostraram que 75% do pessoal militar da base consumiam uma bebida energética.”

Existem mais de 500 tipos de bebidas energéticas no mercado…

Emily e a sua equipa, cujas descobertas foram publicadas no Journal of American Heart Association, disse que existem mais de 500 tipos de bebidas energéticas no mercado. O que é certo é que estes produtos tem suscitado várias perguntas sobre a sua segurança.

Eles acompanharam 18 jovens participantes que foram divididos aleatoriamente em dois grupos.

O primeiro grupo recebeu 946ml de bebida energética, enquanto o segundo grupo recebeu uma bebida de controle contendo 320mg de cafeína, 40ml de suco de limão e 140ml de xarope de cereja em água gaseificada.

Os pesquisadores mediram a atividade elétrica dos corações dos voluntários pelo eletrocardiograma e suas pressões sanguíneas no início do estudo e uma, duas, quatro, seis e 24 horas após o consumo de bebida.

Eles descobriram que, quando comparado ao grupo que consumiu apenas cafeína, aqueles no grupo de bebida energética estavam mostrando sinais de que o coração “pausava” por mais 10 milissegundos entre batidas.

“É a pausa do final do impulso elétrico gerando o coração para bater para o próximo impulso”, disse o Dr. Fletcher.
‘Se este intervalo de tempo, que é medido em milissegundos, é muito curto ou muito longo, pode causar o coração bater de forma anormal. A arritmia resultante pode ser fatal.

Alguns medicamentos aumentam esta pausa em 6 milissegundos e têm avisos sobre o efeito nas etiquetas dos produtos. As bebidas energéticas parecem ter um impacto ainda maior (e não tem no entanto nenhum tipo de alerta para esta situação).

Dr Fletcher acrescentou: “Aqueles que consumiram as bebidas energéticas ainda tinha uma pressão arterial ligeiramente elevada após seis horas!”

“Isso sugere que ingredientes diferentes da cafeína podem ter alguns efeitos de alteração da pressão sanguínea, mas isso precisa ser avaliado”.

As conclusões não são claras…

Mas admitiu: “Este é um estudo pequeno e estudos adicionais são necessários para confirmar esses resultados.”

Gavin Partington, diretor-geral da British Soft Drinks Association, disse: “A cafeína em bebidas energéticas não é diferente de cafeína no café, então essas descobertas são um pouco estranhas”.

“A última opinião da Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar confirma a segurança das bebidas energéticas e dos seus ingredientes. E não fornece qualquer justificação científica para tratar bebidas energéticas de forma diferente do chá, café ou chocolate.”

“Também vale a pena lembrar que os cafés das cadeias de lojas contêm a mesma ou mais cafeína do que a maioria das bebidas energéticas”.

(fonte: Daily Mail)

(marcadores: bebidas energéticas)