Bono, vocalista dos U2, apanhado pelos Paradise Papers

Bono, vocalista dos U2 apanhado pelos Paradise Papers

Bono, o conhecido vocalista dos U2, disse estar “extremamente angustiado” após o episódio “Paradise Papers”, que divulgaram o seu nome como usando uma empresa com sede em Malta para comprar um centro comercial na Lituânia e assim fugir aos impostos.

O cantor milionário dos U2 defendeu-se afirmando que lhe tinham dito que “a operação era totalmente compatível com a legalidade”.

O shopping da Ausra na Lituânia foi comprado por 5,1 milhões de libras esterlinas há dez anos através da firma maltesa Nude Estates, da qual a estrela mundial do rock, Bono, era diretor.

Bono – cujo nome real é Paul David Hewson – diz estar “extremamente angustiado se, mesmo como um investidor minoritário passivo… nada de exemplar foi feito com meu nome”, lê-se no comunicado.

As revelações sobre o referido shopping contidas nos artigos do “Paradise Papers” são profundamente embaraçosas para Bono. Especialmente quando considerando que o seu próprio grupo de lobby anti-pobreza, One, até lançou um forte ataque público aos paraísos fiscais estrangeiros secretos que permitem que pessoas muito ricas escondam as suas riquezas.

Mas parece que ele tem feito o mesmo – embora ele tenha afirmado que não sabia disso.

(fonte: Daily Mail)