A casa onde nasceu Eugénio de Castro

eugenio_de_castroEugénio de Castro foi um professor universitário e escritor português.

Licenciou-se em Letras na Universidade de Coimbra e mais tarde veio a lecionar nessa mesma universidade.

Como escritor a sua obra é bastante vasta, mas gostaríamos de destacar o seu livro de poemas “Oaristos”, que lhe valeu um lugar na história da literatura portuguesa.

Eugénio de Castro nasceu em Coimbra no dia 4 de março de 1869 e faleceu nesta mesma cidade no dia 17 de agosto de 1944.

O que muita gente desconhece é que o escritor nasceu numa casa na rua Ferreira Borges, no número 74, que aliás ostenta uma placa alusiva ao facto.

É essa casa que podem ver na imagem.

E para ilustrar a qualidade deste consagrado escritor, deixamos aqui os seguintes poemas:


Epígrafe

Murmúrio de água na clepsidra gotejante,
Lentas gotas de som no relógio da torre,
Fio de areia na ampulheta vigilante,
Leve sombra azulando a pedra do quadrante,
Assim se escoa a hora, assim se vive e morre…

Homem, que fazes tu? Para quê tanta lida,
Tão doidas ambições, tanto ódio e tanta ameaça?
Procuremos somente a Beleza, que a vida
É um punhado infantil de areia ressequida,
Um som de água ou de bronze e uma sombra que passa…

 

Pelas Landes, à noite
Pelas landes e pelas dunas
Andam os magros como pregos,
Os lobos magros como pregos,
Pelas landes e pelas dunas.

Olhos de fósforo, esfaimados,
Numa pavorosa alcateia,
Andam, andam buscando ceia,
Olhos de fósforo, esfaimados.

Nas landes grandes, junto às dunas,
Um menino perdido anda,
Anda perdido, a chorar anda,
Nas landes, junto às brunas dunas.

Senhor Deus de Misericórdia,
Protegei o róseo menino,
Protegei o róseo menino,
Senhor Deus de Misericórdia.

Porque nas landes e nas dunas
Andam os magros como pregos,
Os lobos magros como pregos,
Nas grandes landes e nas dunas.

 

Casa onde nasceu Eugénio de Castro:


Ver mapa maior