Frases de Tony Carreira

«Estou casado há 28 anos; [e o que sei é que] todos os dias há motivos num casal para [as pessoas] se separarem.»
(in TVI junho de 2013)

«Em 1999 estivemos para nos separar (eu e a minha mulher); melhor, ela esteve para se separar de mim.»
(in TVI junho de 2013)

«Com os meus filhos, a relação é assim: se eles me mostram uma canção e eu gosto, eu sou o maior; se não gosto, não percebo nada do assunto.»
(in TVI junho de 2013)

«Ainda hoje tenho um lado sonhador.»
(in TVI junho de 2013)

«As pessoas são muito afectuosas comigo. Sou muito acarinhado.»
(in TVI junho de 2013)

«[O meu trabalho] faço-o com muito carinho e muitas vezes com muito cansaço porque já me aconteceu estar seis horas a dar autógrafos depois dos concertos.»
(in TVI junho de 2013)

«Isso é provavelmente uma falsa ideia ou então eu não vejo. E acho que já o fui mais, mas isso também não é para mim uma questão importante. Noto é que quando estou a dar autógrafos no meio das mulheres elas portam-se lindamente».
(in TVI junho de 2013)

«Tenho actualmente 50 pessoas na estrada, dependentes de mim e prefiro eu ganhar muito menos, mas não quero diminuir a qualidade dos meus espectáculos.»
(in TVI junho de 2013)

«Acho que os políticos não tem feito grande trabalho. Não quero ter problemas, mas é aquilo que eu acho.»
(JN 28 de Outubro de 2011)

«Está tudo mal e Portugal é o último a ter voto na Europa»
(JN 28 de Outubro de 2011)

«O que me assusta mais não é só Portugal estar num momento difícil, é ver que o mundo está num momento difícil, porque se fosse só Portugal, penso que com boa vontade chegava-se lá.»
(JN 28 de Outubro de 2011)

Tony Carreira é um popular cantor português, notavelmente popular, em particular juntos das comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo,  e curiosamente também com alguma projecção no Brasil.

Este artista envolveu-se há aqui alguns anos numa polémica com a imprensa e a SPA (Sociedade Portuguesa de Autores), por algumas das suas canções terem sido copiadas de autores estrangeiros.

Os casos de “Después de ti – Cristian Castro”, de “The Tremeloes – Suddenly You Love Me”, ou de “L’Idiot de Hervé Vilard” (com o nome em português de Sonhos de menino) falam por si.

O caso entretanto deve ter-se resolvido nos bastidores, pois não se ouviu falar mais no assunto.