O que é um blockchain?

O que é um blockchain?

Simplificando, um blockchain é apenas uma lista de registros digitais (o vocábulo “blockchain” significa “rede de blocos”) que são encadeados usando criptografia.

A indústria financeira hoje contém todos os tipos de intermediários – os processadores de pagamentos, os bancos e as empresas de cartões de crédito são apenas alguns. Esses intermediários ajudam a estabelecer a confiança entre compradores e vendedores e garantir a precisão dos dados nas transações. No entanto, adicionar recursos ao processo muitas vezes leva a aumentos de custos e reduções de velocidade.

É aqui que entra a tecnologia blockchain. Esta tecnologia elimina a necessidade de intermediários, fornecendo um sistema de contabilidade descentralizado e de confiança, com pouca exposição à fraude. Bitcoin é o exemplo mais famoso.

Embora você tenha ouvido principalmente sobre o uso desta tecnologia no setor financeiro, na verdade ela se expande muito além das simples transações. A tecnologia Blockchain está entrando em imensas indústrias, desde o armazenamento de dados até ao jogo e também na internet das coisas.

Como o blockchain funciona?

Um blockchain é executado por uma grande rede de computadores, chamados de “nós”. Esses computadores validam e gravam dados de transações na rede, resolvendo algoritmos matemáticos complexos.

Cada nó possui um histórico completo de transações, então, se alguém tentasse alterar maliciosamente um registro, toda a rede saberia e rejeitaria a mudança.

Exemplo de uma transação

Bob quer enviar a Sally 5 euros, então ele envia sua transação para a cadeia de blocos. Cada nó na rede recebe seu pedido de transação.

Cada nó verifica duas coisas com os dados da transação:

Que Bob é quem ele diz que ele é
Que Bob tem os 5 € para enviar para Sally

Primeiro, os nós verificam a identidade de Bob usando a chave privada que ele fornece. Uma chave privada é uma ferramenta de propriedade que identifica uma fonte de fundos.

Em seguida, os nós garantem que Bob não esteja tentando gastar dinheiro que ele não tenha. Como os nós têm uma cópia do livro de transações, eles podem facilmente verificar se o Bob tem ou não os 5 euros que ele está tentando enviar.

Se pelo menos 51% dos nós concordarem que a identidade de Bob é verdadeira e ele tem dinheiro suficiente para enviar, a transação passará. Os nós também atualizarão o razão (the ledger) na rede com a nova transação.

Com cada nova transação adicionada à cadeia, as transações anteriores tornam-se cada vez mais difíceis de manipular.

Esta imutabilidade é suportada por ponteiros de hash (hash pointers). Um ponteiro hash é um hash criptográfico que se refere ao bloco de dados anterior na cadeia. Eles permitem que você confirme que ninguém adulterou blocos de transação anteriores.

Uma transação se torna como uma mosca presa em âmbar. Você precisaria remover cada bloco adicional (camada de âmbar) da cadeia para acessar e manipular os dados de transação anteriores (a mosca).

Os benefícios do Blockchain

Mais rápido
Eliminar intermediários encurta o processo de transações e transferência de dados. As validações são inerentemente incorporadas em um sistema de cadeias de blocos, portanto, não há necessidade de longas aprovações ou verificações de registro complicadas.

Mais barato
Como mencionado anteriormente, quanto mais pessoas e entidades envolvidas em um processo, mais caro se torna. O custo de executar uma rede de blocos é muito menor que um intermediário que faz o mesmo trabalho.

Mais preciso
Os dados no bloco são imutáveis e validados por cálculos matemáticos. É quase impossível ter qualquer erro e/ou fraude humana.

Considerações finais

Um bloco é um sistema de livros distribuídos que usa criptografia para vincular os bits de dados. Ele remove a necessidade de intermediários em transações, o que leva a processos mais rápidos, custos reduzidos e maior precisão de dados.

(fonte: centralcoin.com)